sábado, 30 de setembro de 2017

Eu, uma paciente de câncer, assim como você


Foto: Daniela Moraes



Deixe-me apresentar a você. Sou Daniela Moraes, jornalista, 43 anos, que descobriu o câncer de mama aos 42, em dezembro de 2016. Minha história pode ser parecida com a sua. Ou, diferente mas com muita coisa em comum. Em uma bateria de exames de rotina que incluía uma mamografia e uma ecografia mamária, surgiu uma imagem suspeita de que nem tudo estava bem. Minha mastologista pediu uma biópsia e, em 16 de dezembro de 2016, em seu consultório, ouvi a frase mais impactante da minha vida: “é câncer”.
Lembro do dia, do desespero, do choro incontrolável, do medo, da tristeza. Era meu primeiro dia de férias e desfiz todos os planos e foquei em fazer o que precisava ser feito. Check up, exames, consultas e planejamento da cirurgia que aconteceu em 4 de janeiro de 2017. Foi uma quadrantectomia (não precisei tirar a mama, apenas o tumor e área de segurança em torno dele).
A segunda notícia impactante viria depois da cirurgia. Precisaria fazer quimioterapia e radioterapia e, consequentemente, perder os cabelos. Fiquei bastante abalada. Pensei de imediato em comprar uma peruca para ninguém saber que eu passava pelo câncer. Mas não demorou muito para eu perceber que não seria assim. Pensei que poderia ajudar outras mulheres que passam pelo tratamento a se aceitarem assim como estão.
Foi nessa fase que comecei a buscar lenços para ter várias opções de visual. E como é difícil achar lenço bonito, que não escorregue na careca, que nos valorize e nos proteja, né? Pesquisando, achei a WSoul e me encantei. Uma marca que sabe o que a gente precisa e oferece isso através de uma gama variada de materiais, cores, estilos. Foi assim que surgiu o convite que muito me honra para ser embaixadora da WSoul.
Esse canal será uma forma de conversar com você, de contar a minha experiência como paciente de c.a., porque eu senti na pele o que você pode estar sentindo agora. Passei pelos dias pós-quimio e seus enjoos, pelos cansaços, dores, temores e angústias. Mas depois disso, tenho certeza que sou mais forte. A vida pós-câncer é outra. Mas te prepara, porque é bem melhor. Te convido a me acompanhar por aqui. Vamos viver e vencer o câncer juntas. E lembre sempre: tudo é um ciclo nessa vida. Os dias ruins passam. E todo ciclo passa para chegar outro novinho em folha pra te mostrar que a vida vale à pena... e vale muito à pena...

Grande beijo,
Dani

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amarrações de lenços em 2 minutos.

A embaixadora Wsoul Daniela Moraes conta sua história e dá dicas de uso de lenços e turbante durante o tratamento do cancêr.